A médica e responsável do corpo clínico destacado na Nova Marginal de Luanda, Marcelina Menezes, disse à Angop que através das ambulâncias existentes, no total de seis e técnicos distribuídos pelas arquibancadas e feira alimentar , estão disponíveis preservativos que estão a ser distribuídos de forma gratuita à população.

À semelhança dos anos anteriores, a aderência  nos locais de distribuição dos preservativos é satisfatório, uma demonstração da sensibilização da população sobre a necessidade do uso do preservativo.

Marcelina Menezes disse que em simultâneo estão a ser distribuídos  folhetos informativos, com informação sobre alimentação adequada para as  pessoas que vivem  com VIH/SIDA, contra malária, cólera, bem como estão a ser feitos testes voluntários da doença.

A  Direcção Provincial da Saúde de Luanda (DPSL) colocou  desde o primeiro dia da realização do Carnaval, na Nova Marginal, seis ambulâncias e igual número de médicos de várias especialidades.

Para além da direção provincial da saúde, o serviço e emergências médicas, também está destacada no certame com uma equipa e técnicos e meios.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.