Segundo o administrador da zona, Francisco Manuel Domingos, nesta altura em que os agrupamentos estão a se preparar é preciso a mão caridosa da classe empresarial para que os conjuntos possam ultrapassar as dificuldades que enfrentam neste momento.

Lembrou que os empresários têm responsabilidades sociais e dentro deste espírito devem participar mais em acções filantrópicas, para o bem da comunidade que muito espera da participação activa dos homens de negócios.

Os grupos podem ser útil para os empresários, na vertente de publicidade dos seus produtos e serviços durante o desfile, com vista atrair novos clientes.

O Rangel vai representar-se na Nova Marginal com os grupos com o União Recreativo do Kilamba, União Twafundumuka e União Geração Sagrada (na classe A), enquanto na B estarão o União Giza e União Sagrada Esperança, para a classe infantil vão os do Twafundumuka, Geração Sagrada e Sagrada Esperança.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.