Perante as dificuldades financeiras e o facto de alguns membros do grupo alegarem falta de logística e de transporte para juntar o grupo num só local todos os dias marcados para o treinamento, sem a dinheiro.

O director da cultura de Icolo e Bengo, José Serafim, afirmou que até ao momento só recebeu o patrocínio de duas empresas sem, no entanto, revelar o montante, considerando apenas ser insuficiente para sustentar as necessidades do grupo.

O grupo carnavalesco de Icolo e Bengo dança cabecinha.

Icolo e Bengo é um município que dista a 60 quilómetros a leste da cidade capital, Luanda, com três mil e 819 quilómetros quadrados, 74 mil e 644 habitantes que se dedicam na sua maioria actividade agrícola e piscatória.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.