Com a luta a ser aberta pelo União Kiela, a partir das 17 horas, o palco escolhido pela organização vai testemunhar  passam de históricos como o União Operário Kabocomeu, vencedor da primeira edição do Carnaval angolano pós-independência, o “papa” títulos do Entrudo com 13 conquistas, o União Mundo da Ilha.

Na lista estão ainda o Njinga a Mbande e a sua dança cabecinha, o detentor do título, o União Recreativo Kilamba, e ainda 10 de Dezembro sob o comando de Pedro Vidal, o mais antigo comandante do Carnaval de Luanda.

Para além dos prémios financeiros, os 13 colectivos vão também bater-se para evitar os últimos lugar que garantem a despromoção para a classe B.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.