O tema visa, além de alertar, sobretudo, os jovens, as várias formas de explorar o mercado de trabalho, desde que se aposte nas vocações de cada um, a julgar pela gritante necessidade que enfrenta esta camada (juventude) e, não só.

Para o desfile desta tarde, o grupo conta com três mil foliões, entre funcionários públicos e estudantes.

O evento vai contar com a participação de 17 grupos carnavalescos, entre os quais sete da classe infantil, menos 13 em relação a edição passada de 2017, fruto da desistência dos blocos de animação.

Trata-se de colectivos dos municípios do Cuito, Andulo, Camacupa, Catabola, Cunhinga, Chinguar, Chitembo, Cuemba e Nhârea.