O colectivo destronou o grupo “Fogo da Paz”, vencedor da edição passada, e que nesta ficou em segundo lugar com 228 pontos, seguido da “União Njinga Mbandi”.

O grupo, que venceu pela oitava vez o carnaval infantil, justificou, em 10 minutos dados pela organização, todo o seu talento e melhorou a sua classificação anterior, que era o segundo lugar.

A direcção provincial da Cultura disponibilizou para o primeiro classificado  um prémio de 900 mil kwanzas, o segundo recebeu 700 mil kwanzas, ao passo que o 3º um valor de 500 mil kwanzas.

Para o prémio de melhor canção, do grupo carnavalesco do município da Caála “Rainha do Milho” coube 50 mil kwanzas, o mesmo valor para a melhor rainha do grupo infantil “União Njinga Mbandi”, tal como o melhor comandante conquistado pelo vencedor “Okutioka”.

Em declarações á Angop, o director provincial da Cultura, Pedro Nambongue Chissanga, sublinhou a forma como os 16 grupos exibiram-se, demonstrando evolução na coreografia e organização.

 “Estamos num bom caminho para a manutenção do carnaval na província, pois os grupos infantis estão a demonstrar evolução a cada edição”, afirmou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.