Em declarações à Angop, o responsável frisou que para esta edição o grupo conta com 320 foliões, 120 a mais em relação a 2014, e será ainda prestada maior atenção a indumentária, dança e organização em palco.

O grupo carnavalesco está a ensaiar em bloco com danças típicas da região norte, leste e sul o país, bem como a introduzir danças modernas e alguns estilos de Cabo Verde, como forma de homenagear filhos angolanos forçadamente enviados para aquele país no tempo colonial.

“Estamos a preparar os foliões na postura em palco, bem como em talento e energia durante o período em que decorrer o desfile, visando arrebatar o prémio da maior festa popular cultural do povo angolano”, disse.

Para este ano, o grupo carnavalesco prevê homenagear o Fenda da Tundavala, por ser um imponente património turístico que oferece referência ao nível do sul do país e fazer parte da Sete Maravilhas de Angola.

O grupo carnavalesco Ouro Negro da Tundavala foi fundado em 2013. Para a presente edição, a Direcção Provincial da Cultura tem inscritos mais de 143 grupos carnavalescos, na categoria de infantis e adultos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.