Grupos como Chaco Cha Lunda, Utchokwe Mutchota, Mitingui e Makopo, fizeram demostrações do processo de nomeação e empossamento do Rei deste povo, bem como do Mucanda, ritual de iniciação masculina durante o qual as crianças são circuncidadas.
 
Os grupos fizeram igualmente demostrações do ukule, que consiste num ritual de iniciação feminina que se realiza aquando da primeira menstruação da adolescente, cerimónia que é constituída por várias etapas durante as quais a jovem (kafundeji) aprende uma dança do ventre apreciada pelos sobas e sobetas e que antecipa as relações sexuais.
 
A jovem Kafundeji recebe instruções sobre o acasalamento, onde ela é pintada com tatuagens púbicas (mikonda) para fins eróticos e, juntamente, com o seu futuro noivo, procede a diversos rituais que culminam na consumação do casamento dos dois jovens.
 
Durante o desfile foram também exibidos palhaços como Cikungu ou mukishi wa mwanangana (palhaço do rei), que corresponde à máscara sacrificial sagrada e representa os antepassados do chefe tribal, mukishi wa ku mukanda, que equivale às máscaras da mucanda (palhaço da circuncisão), bem como a famosa mascara Mwana Pho, que representa a mulher Tchokwe.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.