A Maianga vai a luta com os grupos União 54 (vencedor da edição de 1998), União 10 de Dezembro, titulado nas edições de 1991, 1999, 2002 e 2006, e o União Jovens do Mukwaxi.

O distrito urbano do Rangel apresenta-se na Nova Marginal com o vencedor das edições de 2011, 2014 e 2015, o União Sagrada Esperança, o União Twafundumuka e o Unidos Recreativo Kilamba.

Pelo distrito urbano do Sambizanga estão na grelha o União Operário Kabocomeu, vencedor da primeira edição do Carnaval do Angola independente, em 1978, e o União Kiela, que tem na bagagem os títulos de 1985, 1986, 1989, 1990 e 2009.

O União Juventude do Kapalanga e o União Njinga a Mbande (campeão de 2013 e 2016) vão defender a honra do município de Viana.

O campeão em título e recordista do Carnaval de Luanda, com 13 troféus, o União Mundo da Ilha, é o único representante do distrito urbano da Ingombota na classe A.

A fechar a grelha está o União Nova Geração do Mar a representar o distrito urbano da Samba (município de Luanda).

Os municípios do Kilamba Kiaxi, Talatona, Quissama, Cacuaco e Icola e Bengo estão fora da lista da classe A.

Para além dos colectivos competitivos, o Carnaval de Luanda conta ainda com as participações dos grupos Bravos da Vitória da Catumbela (Benguela), Tchaco-Tchaco (Cabinda), União Muteba (Cuanza Sul), Unidos do 1 de Maio (Lunda Norte) e Ovinjenji (Huambo).

O grupo União Jovens da Cacimba, do distrito Urbano da Maianga, é o homenageado do Carnaval de Luanda.