Tal como o Chefe de Estado, deixaram o local os ministros do Interior, Ângelo da Veigas Tavares, da Cultura, Carolina Cerqueira, Juventude e Desportos, Ana Paula Sacramento, da Comunicação Social, João Melo, e da Indústria, Bernarda Martins.

Como consequência da intensa chuva que se registou no princípio da noite na cidade de Luanda, o desfile dos grupos carnavalescos da Classe A também teve de ser cancelado e remarcado para sábado (dia 17, às 10h00, no mesmo local), quando faltavam três grupos para o fim da actividade.

Este “arranjo” aconteceu depois de um encontro entre os responsáveis da Comissão Provincial do Carnaval de Luanda e os líderes dos grupos União Njinga a Mbande, União Juventude do Kapalanga e União 54, na presença do governador de Luanda, Adriano Mendes de Carvalho.

Em face disso, os resultados, que deviam ser anunciados hoje (“quarta-feira das mabangas”) na Liga Africana, só serão conhecidos também no sábado, no período da tarde.

Para garantir a integridade, as urnas contendo os resultados dos grupos da classe infantil, cujo desfile aconteceu no sábado, e da Classe B (adultos) realizado no domingo, bem como o dos votos dos que desfilaram na terça-feira estão guardados numa esquadra policial.

Antes da chuva se intensificar, nove grupos desfilaram pela pista da Nova Marginal dos 12 competitivos, cinco convidados das províncias de Benguela, Huambo, Cuanza Sul, Lunda Norte e Cabinda, bem como o grupo homenageado (União Jovens da Cacimba).