De acordo comunicado, o presidente da Associação, Camilo Lemos, o projecto Vozes Amenas é um projecto sociocultural e literário, de carácter filantrópico, que contempla a rubrica “Vozes dos Heróis Anónimos”, que visa dar honra àquelas pessoas, que apesar de tantas dificuldades, lutam de forma honesta, influenciam pessoas, dão de si para agradar as pessoas, são exemplos de perseverança, mas não são tidas nem achadas.

“Essas figuras serão homenageadas mensalmente, no hotel 3J, junto o Mundo Verde. Toda actividade em torno do projecto será em homenagem a essas figuras. A entrada para o público é grátis”, disse.

Segundo avançou o homem de letras, Camilo Lemos, na primeira edição será homenageado um zungueiro de rebuçados, Elevino Bonga, “doutor Vicente”, um pai de oito filhos, que chegou a construir seis casas, zungando rebuçados nos autocarros.

“A história é muito interessante e chocante. Com a zunga de rebuçados, construiu as suas casas, mas, tempos depois foi forçado a assistir a demolição das mesmas, sem ser indemnizado. A esposa fugiu-lhe, ergueu-se e voltou a construir mais uma casa para esta esposa e os filhos. Agora, você pergunta: como resistiu a esse choque? O que teve de fazer para se superar? As pessoas vão ter oportunidade de ouvir essa figura no dia 16 de Janeiro, ao mesmo tempo que serão animados com poesias, música, dança folclórica, entre outros atractivos”, assegurou o também consultor de comunicação e formador de Oratória.

Camilo Lemos disse ainda que para a primeira edição, o projecto vai contar com a presença do músico Ndaka Yo Winy, que vai cantar em homenagem a Elevino Bonga, e para o agrado dos seus fãs.

O lançamento do projecto resulta de um acordo assinado entre AJAL e o hotel 3J, em Dezembro de 2018.

De acordo com a directora daquela unidade hoteleira, Rosa Mualubambo, Angola está passar por momentos em que as pessoas tendem a esfriar o herói que têm dentro de si, porque apesar de tudo que fazem para o bem do País, passam por despercebidos.

“Nós nos associamos a esta iniciativa da AJAL, porque pensamos que o projecto vai devolver a honra que essas pessoas desconhecidas merecem. Já temos tudo assegurado para acomodar os participantes e principalmente o homenageado da noite”, disse a gestora do 3J.

Vários são os músicos e poetas que se vão juntar na noite do dia 16, segundo disse o presidente da AJAL, Camilo Lemos.

A Associação dos Jovens Amigos da Literatura, AJAL, é uma organização juvenil, sócio-literária, lançada na IIIª Série do Diário da República. Foi fundada, oficialmente, no dia 9 de Abril de 2011, em Waku-Kungo e existe desde 2008.