Almir Agria usou a emissão desta segunda-feira do seu programa radiofónico na emissora MFM para demonstrar o seu desagrado em relação à gala dos Globos de Ouro Angola 2019, evento que decorreu no último domingo, 26, no CCTA, em Luanda.

Insatisfeito com algumas premiações, o radialista apontou o “amiguismo”, a mistura de profissionais de ramos diferentes indicados às mesmas categorias e o facto de o concurso cingir-se somente à província de Luanda como os principais pontos negativos do evento.

“Uma autêntica aldrabice, tudo truque… Ontem houve muitas falhas durante a gala, a apresentadora anunciava um prémio mas o protocolo entregava outro. Só reconheceram o trabalho de profissionais de Luanda, como se só uma província representasse o país inteiro. Colocaram o Pedro Benge, que é de Entretenimento, a concorrer com profissionais de Informação, isto é inadmissível. O amiguismo tem que acabar. Os culpados são os patrocinadores…”, afirmou Agria durante o discurso de desabafo.

Ainda durante a emissão, Almir não deixou de contestar os prémios atribuídos a alguns programas e profissionais de televisão.

“Reconheço o talento dos apresentadores Zuleica Wilson e Igor Benza, porém, nem tudo foi justo. Foi forçado para a TV Zimbo. Senti que houve prémios atribuídos, até porque se o Igor e a Zuleica são os melhores do entretenimento, quer dizer que o programa deles também devia ser eleito o melhor”, disse Almir que fez reconhecer o potencial dos jovens apresentadores do programa “A Tarde É Nossa”.

Para terminar, este, que já havia deixado sugestões para melhoria aquando da primeira edição do concurso, voltou a dirigir um conselho à organização: “Temos de parar com estes concursos de amiguismos, só assim teremos uma Angola melhor”, sublinhou.

Reveja a lista de vencedores da noite:

Melhor Actor de Teatro: Quim Fasano
Melhor Actriz de Teatro: Joana Virgínia/ Horizonte Njinga Mbande
Melhor espectáculo de tetaro: Matumbice de Ouro/ Ndokweno (Instituto Superior de Artes)
Melhor encenador: Marisa Júlio/ Amor à arte

Melhor Manequim Masculino: Lukkaz
Melhor Manequim Feminino: Blesnya Mínher
Criador de Moda do Ano: Soraya da Piedade

Melhor Desportista Masculino: Carlos Morais Basquetebolista
Melhor Desportista Feminina: Lia Lima – Nadadora
Melhor Treinador: Augusto Baptista Xietu- Futebol Adaptado

Obra Literária do Ano por uma Autora: “Kambas para Sempre” - Maria Celestina Fernandes
Obra Literária do Ano por um Autor: “Caça às Bruxas”- Albino Carlos

Melhor Radialista Masculino: Mateus Gonçalves – LAC
Melhor Radialista Feminina: Erica Fernandes – Rádio Luanda
Melhor Repórter: Gabriel Veloso – Rádio Luanda
Melhor Programa de Rádio: Kiandando – Rádio Luanda

Música do Ano: Alma Gémea- Halison Paixão
Melhor Intérprete Individual Feminino: Bruna Tatiana
Melhor Intérprete Individual Masculino: Matias Damásio
Artista Revelação: Halison Paixão

Melhor Actor: Costa Vilola – Cubico dos Tunezas- ZAP VIVA
Melhor Actriz: Micaela Reis – Maison Afrochic
Melhor Apresentador de Informação: Amílcar Xavier – Jornal da Zimbo
Melhor Apresentadora de Informação: Tatiana Reis – Jornal da Zimbo
Melhor Apresentador de Entretenimento: Igor Benza – “A Tarde é nossa”
Melhor Apresentadora de Entretenimento: Zuleica Wilson – “A Tarde é Nossa”
Melhor Programa de Informação/ Debate: Fala Angola – TV Zimbo
Melhor Programa de Entretenimento: Cubico dos Tuneza

Globos de Ouro Revelação: Seleção Nacional de Futebol Adaptado
Globos de Ouro Excelência: Celestino Elias
Ícone Nacional: Manuel Rui Monteiro

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.