A estrela de Hollywood Angelina Jolie visitou um campo de refugiados rohingyas em Bangladesh esta segunda-feira.

Depois de chegar ao sul da nação asiática, Jolie, que é enviada especial da Acnur, a agência de refugiados das Nações Unidas, dirigiu-se imediatamente ao campo de Teknaf, perto da fronteira com Myanmar [Birmânia], onde cerca de 720.000 integrantes dessa minoria muçulmana se refugiram em agosto de 2017.

A atriz de 43 anos não fez comentários, mas o subchefe de polícia do distrito de Cox's Bazar, Ikbal Hossain, contou à agência AFP que Jolie ficou de visitar outros campos na terça-feira.

Jolie está no Bangladesh para observar as necessidades humanitárias nos campos rohingyas.

Já tinha feito o mesmo em Myanmar, em julho de 2015, e na Índia, em 2016.

Bangladesh recebeu nas suas terras mais de 700 mil rohingyas fugidos da perseguição em Myanmar desde 2017.

Jolie vai concluir a sua visita depois de se reunir com o primeiro-ministro Sheikh Hasina e outras autoridades em Daca.

As Nações Unidas devem lançar em breve um novo apelo internacional de 920 milhões de dólares [805 milhões de euros] para atender às necessidades dos refugiados rohingyas e das nações que os acolhem, segundo a Acnur.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.