A governante, que falava na cerimónia de natal solidário promovido pela Anaso, afirmou que todos os angolanos devem abraçar as causas solidarias e mostrar aquém necessita que o natal é amor, é partilha e todos juntos podem tornar o dia-a-dia destas crianças mais felizes.

Na qualidade de madrinha do natal solidário da Anaso, Carolina Cerqueira avançou que  a conjugação de forças facilita a acção de quem está disposto a ajudar necessitadas e torna-las em pessoas com um futuro risonho.

Afirmou que o Executivo tem em carteira e em execução diversos programas para a inclusão social, advogar e levar a mensagem a outras personalidades para ajudar na luta a estigmatização da vida de quem vive em dificuldades, no caso concreto com o hiv/sida.

Estima-se que em 2017, 310 mil pessoas viviam com o VIH em Angola, segundo o Instituto Nacional de Luta contra a Sida (INLS). Deste número 190 mil são mulheres, 27 mil são crianças, de 0 aos 14 anos de idade, e 27 mil são novas infecções que causaram 13 mil mortes entre adultos e crianças.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.