O realizador de cinema americano Oliver Stone elogiou esta quarta-feira (30) o presidente russo, Vladimir Putin, como "uma força estabilizadora" no Médio Oriente, principalmente na Síria, devastada pela guerra.

O cineasta de filmes como "Platoon" e "JFK" realizou em 2017 um polémico documentário sobre o líder russo.

"Putin é uma força estabilizadora no Médio Oriente [...] e na Síria [...]. Ao contrário dos Estados Unidos", declarou Stone na conferência Iniciativa de Investimento Futuro (FII), em Riade.

O comentário de Stone ocorre após a Rússia preencher o espaço deixado pela súbita retirada das tropas americanas, que abandonaram as forças curdas no norte da Síria.

Com a ajuda da Rússia, o regime sírio recuperou grande parte do território perdido na guerra, que era controlado por rebeldes, jihadistas e curdos.

"Putin estava preocupado com os terroristas. Se tivessem chegado a Damasco [...] teriam expandido o seu califado para toda a região", declarou Stone.

"Putin não tem em mente os interesses do petróleo. Tem a ideia de conservar o equilíbrio e respeitar a soberania destes países", salientou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.