O livro, de 34 páginas, retrata, de forma alegórica, a história de África, com passagens à floresta do Mayombe onde se desenrola a cena.

Com esta obra, o escritor venceu o Prémio Literário Jardim do Livro Infantil 2019, cuja cerimónia de premiação ocorreu durante a abertura da presente edição do evento.

O escritor recebeu um prémio de 500 mil kwanzas e um diploma de mérito.

De acordo com o escritor, a obra serve de incentivo para criança e adultos, principalmente para que se possa incentivar os petizes a conhecer um pouco do passado de África.

José Luís Mendonça nasceu no Golungo Alto (Cuanza Norte) e aparece no universo das letras com Chuva Novembrina”, com a qual venceu, em 1981, o prémio Sagrada Esperança.

É ainda autor da obra “Um Voo de Borboleta no Mecanismo Inerte do Tempo”.

Em 2015 foi-lhe outorgado o Prémio Nacional de Cultura e Artes, na categoria de Literatura.

Actualmente dirige e edita o Jornal Cultura, quinzenário angolano de Artes/Letras, e desenvolve projectos de fomento da leitura e da aprendizagem da língua veicular nas escolas e junto de organizações juvenis.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.