Segundo informa a nota de imprensa, o evento terá lugar, como habitualmente na última Quarta-feira do mês, no dia 28 de Março, na sede da Fundação, no Largo Amílcar Cabral (Serpa Pinto), em Luanda, e no Sábado seguinte, dia 31 de Março, às 11:00 horas, na Fábrica de Sabão, no Cazenga.

Pelos palcos da Fundação Arte e Cultura e da Fábrica de Sabão passarão também vários poetas da nova geração, de que se destacam, entre outros, Adão Mingui, Fogo de Deus, Lídia Pinto, Márcio Batalha, Otília Adriano, Wende Bocado. Haverá ainda teatro, com o Projecto Só Mulheres, e música com Walter Ananás, Gari Sinedima, Costa Mawezi e os músicos do projecto Casa da Música, da Fundação Arte e Cultura.

Kanguimbo Ananás, pseudónimo de Maria Manuela Cristina Ananás,  nasceu a 3 de Fevereiro de 1959 no bairro do Forte de Santa Rita, em Moçâmedes, onde fez o ensino primário e secundário e onde frequentou a Escola Comercial e Industrial. Em 1992 ingressa no Instituto Superior de Ciências da Educação, ISCED, onde completa a sua formação em psicologia em 1996. É mestre em Língua e Literatura Portuguesa pela Faculdade de Letras da Universidade Agostinho Neto. É membro da Brigada Jovem de Literatura de Angola e da União dos Escritores Angolanos, onde, entre 2004 e 2010, exerceu as funções de Secretária para as Actividades Culturais, e da União Nacional dos Artistas e Compositores. Tem participações no Fórum Internacional de Literatura de Língua Portuguesa, nomeadamente no Brasil, Cabo Verde, Israel, Cuba e Portugal. Apresentadora e comentarista em televisão, na rádio e em jornais, designadamente em temas sociais, é também palestrante e dedica-se a maior parte do tempo à orientação de jovens.