Em entrevista à Angop, por ocasião do dia mundial do poeta, que hoje (20 de Outubro) se assinala, os poetas reiteraram ser necessário os declamadores de poesias e o gabinete provincial da educação, trabalharem em coordenação para se levar a poesia nas escolas, sobretudo do ensino primário para que se incutir o gosto da mesma nas crianças.

Kibuku Kiajinje é de opinião que a educação básica precisa de literatura, pois o país e em particular a província de Malanje, necessita de um “pensamento” crítico para que essa área da cultura se desenvolva.

Realçou que a arte tem a capacidade de comunicar e transmitir uma série de informações educativas, através de uma conexão profunda entre o declamador e o ouvinte.

Por sua vez, o responsável do movimento cultural Lev'arte, Francisco Mukunekena, disse que com o arte o artista consegue ver aquilo que as outras pessoas não vêem, ele cria o que está alem do quotidiano, torna intensa a sensibilização e ainda tem a capacidade de promover uma visão critica sobre um determinado assunto.

Enalteceu a importância e imponência da poesia, arte que como a pintura e a música, atingem almas e espelham sentimentos, ao mesmo tempo que exorta o governo da província de Malanje a construir mais espaços para a encenação e outras práticas culturais, para que os artistas possam desenvolver os seus trabalhos. .

A nível da província de Malanje existem os movimentos literários Brigada Jovem de Literatura (BJL) movimento Lev'arte, Pró-arte e ritmos e movimento Pungo Andongo entre outros.

O dia mundial do poeta foi instituído pela UNESCO em 1999, e visa incentivar a leitura, escrita e publicações de obras poéticas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.