Esta não será uma exposição qualquer, pois o autor das fotografias é Mauro Sérgio Francisco. O jovem faz parte do grupo de exploradores da National Geographic para Angola, e a sua missão passou por fotografar o Delta do Okavango, num projecto financiado pela fundação norte-americana, mais conhecida pela revista que todos os meses lança e que grande impacto causa.

A exposição abre portas esta sexta-feira, 4 de maio, às 17 horas, e poderá ser visitada pelo público durante os próximos dois meses.

Fotógrafo versátil, criador constante e inquieto, com uma boa dose de aventureiro, o fotógrafo angolano explorou e continua a explorar o país em constantes viagens de carro, retratando Angola em toda a sua diversidade natural e cultural, sem nunca esquecer as suas pessoas.

Curiosamente, o seu trabalho como fotógrafo só começou a ser observado com mais atenção a partir de 2015, apesar de, já então, receber muitos elogios.

Em entrevista à Rádio Luanda, chegou a confessar que, à época, “nunca comprou uma câmara fotográfica porque eram muito caras”. “Eu fazia fotos com o telemóvel, e os meus amigos elogiavam o trabalho.” Outros tempos, apesar de sempre ter sido “aconselhado a comprar uma câmara”.

No fim, foi a esposa quem lhe ofereceu a primeira, “e com ela estou até hoje”.Uma história de perseverança.

Confira alguns dos seus trabalhos aqui:

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.