Falando na cerimónia de empossamento de novos quadro recentemente nomeados, Adjany Costa referiu que o ministério está agora equipado para levar avante projectos já em curso, traçar e personalizar novas estratégias, sempre pensando na realidade social e económica do país.

“Os sacrifícios são enormes, os desafios constantes e os obstáculos ríspidos, principalmente tendo em conta a realidade do país e do mundo”, reforçou a governante.

Adjany Costa adiantou que todos têm um papel a exercer, um contributo a dar nesta batalha de fusão e fomento dos valores culturais, potencial turístico e protecção ambiental.

Nesta quarta-feira foram empossados, entre outros, o director Nacional da Cultura e Artes, Euclides da Lomba, a directora Nacional das Comunidades e Poder Tradicional, Rosa Melo, a directora Nacional do Ambiente e Alterações Climáticas, Giza Martins, o director do Instituto Nacional de Gestão Ambiental, Nascimento Soares.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.