A governante falava aos jornalistas, em Luanda, no final de uma cerimónia de deposição de uma coroa de flores junto ao busto do primeiro Presidente angolano, António Agostinho Neto, no âmbito do Dia Nacional da Cultura Nacional, que hoje se assinala.

Para Carolina Cerqueira, a valorização, preservação e divulgação da cultura angolana é uma acção que deve ser conjugada com a produção de bens com a qualidade desejável para o mercado interno e externo.

Daí, acrescentou, "deve-se proporcionar ao público o acesso ao produto cultural de qualidade, razão pela qual os criadores e agentes culturais devem, acima de tudo, olhar para o factor qualitativo como fundamental para a cultura angolana".

O Dia da Cultura Nacional de Angola foi instituído em 1986, devido ao discurso pronunciado pelo primeiro Presidente angolano, António Agostinho Neto, em 1979, na tomada de posse dos corpos gerentes da União dos Escritores Angolanos (UEA).

Exposições, palestras, conferências, teatro, dança e espectáculos musicais estão programados em Angola para a assinalar o Dia da Cultura Nacional.