“Durante as negociações, os produtores do evento e a Arca Velha em momento algum falaram sobre o apresentador. No entanto, na reunião de sábado com o agente do músico, João Mota Lemos, após o show de sexta-feira (02/11/2018), afirmou que tinha conhecimento de que era o Salomão Gonçalves o apresentador do Show do Mês, mas que em momento algum viu necessidade de abordar o tema com a Nova Energia pois pensava não ser permanente”, destaca ainda a organização no ponto 9 do referido documento.

“O agente sabia de tudo sim, porém, diz que lhe passou despercebido, pois pensava que alternava – ou que não era sempre o mesmo apresentador a conduzir o show”, acrescentou ao SAPO um membro da organização.

Ainda no ponto 14, a Nova Energia faz saber que tem um contrato com o apresentador oficial do Projecto Show do Mês, Salomão Gonçalves, há mais de cinco anos, e em caso de violação poderia ser alvo de um processo judicial por parte do mesmo, por incumprimento.

De relembrar que todo o processo vai seguir os trâmites legais, e, na falta de um acordo entre as partes, aguardar-se-á pela resolução dos tribunais.

Leia todo o comunicado aqui