A dança kizomba, que se tornou o estilo mais consumido além fronteiras, levou ao aprendizado os expositores e visitantes, com maior afluência dos jovens de Cabo Verde, Portugal, Moçambique e São Tomé e Principe.

Desfile de moda de jovens estilistas angolanos Tamar Machai, Pedro Paulo e Eva Martins, bem como a apresentação de trajes tradicionais da cultura timorense e declamação de poesias de representantes de Cabo Verde, constaram do programa do dia.

O inicio da pintura em grafite (artes urbanas e de rua), do muro da faixa de serviço da avenida 21 de janeiro, que será apresentada oficialmente sábado (27), marcou igualmente o dia na IX Bienal da CPLP.

O segundo dia do evento contou com a presença da ministra da Juventude e Desporto, Ana Paula do Sacramento Neto, e dos  secretários de Estado para os desportos e para a Juventude, Carlos de Almeida e Guilhermina Fundanga, respectivamente.

Sob o lema “Juventude da CPLP Unida pela Cultura”, o evento visa contribuir para o reforço do processo de integração da juventude, aproximação, intercâmbio e debate entre as diferentes identidades culturais e artísticas.

A IX Bienal que decorrerá até o dia 28 do corrente mês, acontece pela segunda vez na capital de  Angola, Luanda. A primeira vez foi em 2011.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.