Uma nota de imprensa do Instituto Camões, chegada hoje, à Angop, indica que a amostra integra obras, na sua maioria, inéditas, que representam o assumir do “EU” do artista, sem subterfúgios, sem amarras e sem compromissos.

Nos seus trabalhos, acrescenta o documento, Paulo Kussy “revela a essência do seu ser, o modo de ver o mundo e a si mesmo, na expectativa e que, ao olhar para dentro consiga resgatar emoções que possam eventualmente fazer ressonância no público fruidor das Artes Plásticas em Angola e no Mundo”.

O artista, que continua focado na “figura humana”, mantendo a linha condutora de todo o seu percurso de quase vinte anos de arte, fez os quadros de pinturas, de grande formato, recorrendo ao acrílico e os desenhos, concebidos a carvão e grafite sobre papel.

Natural de Luanda, Paulo Kussy é licenciado em Artes Plásticas e mestre em Anatomia Artística.

Professor de Artes Plásticas, de Desenho Artístico e de Geometria Descritiva no Curso de Arquitectura e Urbanismo, tem exposições individuais e colectivas feitas em Angola e no estrangeiro, em países como Portugal.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.