O espectáculo “au revoir” foi anunciado hoje, durante o lançamento, pelos seus organizadores (Santinhos evento) que esperam colocar pelo menos três mil admiradores e cujos bilhetes estão à disposição do público a partir desta terça-feira.

Será a primeira vez que cantarão juntos e, de acordo com a organização do evento, o objectivo é a aproximação das culturas de Angola e da Bahia (Brasil), origem da banda, pois acredita no sucesso de um dos representantes da nova geração do Semba e nos mensageiros do Axé.

Segundo o artista angolano, essa parceria é sobretudo mais um agregado ao seu curriculum.

“Cantar com os Chiclete com Banana é um casamento perfeito dada à semelhança de culturas vinda da Bahia”, disse.
Puto Português estreou-se com o álbum “Geração do Semba” em Dezembro de 2010, tendo ganho na mesma época o prémio Disco do Ano do Top Rádio Luanda, edição 2010. O cantor e compositor iniciou a carreira com estilo kuduro, em parceria com Nacobeta.
Em 2008 lançou o primeiro CD em grupo intitulado “A Dupla” e um ano depois o segundo (Kuduro Is Life). Depois decidiu seguir carreira a solo e entrar para outro estilo musical (Semba). Em 2013 gravou o segundo disco (Ritmo e Melodia).

Por seu lado, o Chiclete com Banana é uma banda de axé music brasileira. Atingiu sucesso em 1986 com o lançamento do "Gritos de Guerra", ao vender cerca de um milhão de cópias. Desde então, é um dos principais nomes do axé. Conta com grande legião de fãs, conhecidos como chicleteiros. A banda possui seu próprio trio eléctrico, baptizado de Tiranossauro Rex.

Além da presença do artista angolano Puto Português, esteve presente no evento a Miss Angola 2019, Salett Miguel.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.