A informação foi divulgada nesta terça-feira, em Luanda, pela coordenadora do evento, Ciria de Castro, justificando a indisponibilidade do espaço como a razão da antecipação da gala.

A gala final, a ter lugar no Centro de Convenção de Talatona (CCTA), vai contar com a participação de 10 músicos finalistas, de acordo com a votação final do público.

Na lista estão Bessa Teixeira, Rui Orlando, Gerilson Insrael, Preto Show, Halison Paixão, Jojó Gouveia, Puto Português, Ana Joyce, Yannick Afro Man e Cef.

A comissão organizadora reuniu com os artistas e representantes dos 10 finalistas para dar a conhecer sobre o regulamento do concurso.

A homenagem para esta edição/2019 vai ser aos “Cantares da Terra”.

O prémio do primeiro classificado está avaliado em dois milhões de kwanzas, o segundo em um milhão, enquanto o terceiro ficam 800 mil kwanzas.

Os valores podem ser convertidos em bens materiais de valor igual ou superior ao estipulado. Enquanto o prémio da crítica está avaliado em um milhão e 500 kwanzas, que pode ser também convertido em bens materiais.

Para além destes valores, cada finalista vai receber 200 mil kwanzas pela sua eleição e participação na gala dos mais queridos.

Segundo o regulamento, os 10 finalistas devem assumir o compromisso por escrito de que estarão presentes na referida gala e podem também participar no prémio da crítica desde que não tenham um single produzido.

Quanto ao prémio da crítica é o resultado de uma votação interna do júri e contempla um tema extraído do álbum de um compositor ( a obra musical de um artista) angolano, banda ou grupo tradicional, que possui a melhor harmonia, melodia, arranjos, interpretação e letra do conjunto.

O top dos mais queridos é um evento anual criado em 1982 com o intuito de promover a música angolana e elevar a cultura e a arte.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.