O disco comercializado ao preço de 2000 kwanzas, é composto por 15 faixas musicais, retrata diversas temáticas focadas na espiritualidade, valores morais e éticos.

Em entrevista à Angop, o músico, informou que a obra foi concebida para fazer parte da internacionalização da sua carreira, com várias nuances, mas sem fugir a sua veia de intervenção social.

Totó esclareceu que está a procurar dinamizar mais a sua carreira, por formas a atingir outros patamares em que o seu estilo e composição sejam também conhecidos extra-continente.

O artista, que canta nos estilos jazz, soul music, R&B e ritmos africanos, conta já com três álbuns no mercado, nomeadamente "Vida das coisas" 2006, "Batata quente" 2009 e "Filho da luz" 2014, teve como participações as cantoras, Selda, Deolinda Zimba (vencedora do De Voice 2015) Ana Bela Aya, Dodo Miranda e Brauli Waye.

Cantor, compositor e guitarrista, Totó é um dos nomes mais sonantes da nova geração e conta no seu reportório com sucessos, como “Que fim-de-semana”, “Abre a porta Tânia”, “Histórias da vida”, “Luzingo Malembe”, entre outros.

Serpião Tomás (Totó), nasceu aos 20 de Março de 1980, em Luanda, no bairro da Samba. Cresceu numa família religiosa, tendo assim contacto com a música gospel muito cedo.

Aos 12 anos começou a interessar-se por música americana e africana e mais tarde por instrumentos musicais. Foi terceiro classificado do Top dos Mais Queridos de Angola e liderou, durante um mês, o Top da Rádio Difusão Portuguesa RDP - África e consequentemente no Top da Rádio Praia FM de Cabo-verde.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.