A amostra, com o título genérico “Mulheres que Marcam”, é da autoria das fotografas angolanas Lwiana Almeida, Djelsa Ariana, Niria Gomes, Laihla Évora, Selma Fernandes, Bella White e Alicia Santos e estará patente até 27 de Março.

Niria Gomes disse, nesta quarta-feira à Angop, que na sua obra conta histórias através de imagens, captando hábitos locais e paisagens desta imensa Angola, enquanto Lwiana Almeida defende que os seus trabalhos são o retrato da mulher rural angolana de várias culturas e idades.

O evento, promovido pelo programa da Unitel sobre o Março Mulher, visa homenagear as mulheres angolanas por mais um “Março Mulher”.

Laihla é filha de uma fotógrafa amadora, o gosto pela fotografia esteve presente na sua vida desde tenra idade.

Selma Fernandes começou a fotografar em 2013, quando teve a oportunidade de viajar por Angola. Teve contacto com os povos hereros e o quotidiano do povo angolano. Foi vencedora do prémio Besa de fotografia, em 2014.

Lwiana Almeida, detentora de vários  prémios nacionais e um internacional, nomeadamente o  Concurso Wild Life Photograph of the year - do Museu de História Natural de Londres, é licenciada em Artes Plásticas e Fotografia.

Bella White teve o primeiro contacto com a fotografia em 2011. Conhece vários estilos de fotografia, mas identifica-se mais com a documental ou conceptual.

Alicia Santos é bacharel em turismo, gestão hoteleira e animação turística, amante de fotografia e de todas as formas de expressão artística, é, também, contadora de histórias.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.