De acordo com um comunicado enviado nesta terça-feira ao SAPO, o referido artista, nascido no Lobito, província de Benguela, iniciou o contacto com a música na infância quando presenciava as cerimónias tradicionais na sua comunidade, com danças, ritmos e rituais que integram o património cultural “ovimbundo”.

A partir de 2011, despontou no panorama musical angolano, de forma muito própria e original, extraindo de cada toque e som toda a mística espiritual oculta da música, que, em palco, se reflete na performance corporal, assemelhando-se a um acto mágico-ritual, empunhando sempre a “cabaça mística”, que o identifica com a sua herança cultural.

Para além do português, inglês e umbundo, Ndaka possui conhecimentos básicos de línguas nacionais, como kissolongo, fiote e kimbundo, o que lhe facilita a pesquisa de raízes etno-antropológicas nacionais. A partir delas, criou o projecto de concertos denominado “Lundongo no Lwandu- Ritmo Ancestral de Berço”, que já vai na sua 4ª edição.

De realçar que os bilhetes para o espectáculo já estão à venda no local do evento, ao preço único de 5 mil Kwanzas.