“Granda Cantor”, Matias Damásio, aproveitou a sua actuação na 7ª edição no Sons do Atlântico para despertar o espírito de patriotismo e cidadania do seu público.

Damásio, que foi uma das estrelas mais aplaudidas do festival que decorreu neste sábado, 4, na Baía de Luanda, não deixou que a sua performance ficasse só pelas músicas. O artista aproveitou o momento para realçar o seu orgulho em ser angolano e deixar uma mensagem à plateia.

“Angolano não é somente aquele que nasce em Angola, angolano é quem ama este país e faz algo por ele. O poder de desenvolver esta Angola está nas mãos de cada um. A mudança começa connosco, na educação das nossas famílias, na missão de varrer a nossa própria rua ou até no compromisso de pagar os nossos impostos. Jamais Angola será apenas feita pelo Governo... Angola faz-se com união. Estivemos com Agostinho Neto, estivemos com José Eduardo dos Santos e estaremos igualmente com João Lourenço”, disse em palco o autor de “Augusta”.

De realçar que o astro angolano, que foi eleito o melhor da lusofonia na mais recente edição dos PLAY (Prémios da Música Portuguesa), brindou os milhares de fãs que marcaram presença na Baía de Luanda com sucessos como “Voltei com ela”, “Angola”, “Juro por tudo”, “Agi sem pensar”, e muitos outros.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.