“Com sentido de ‘missão cumprida’ pela gestão de carreiras de jovens talentosos que tornaram-se verdadeiras referências da música nacional e internacional, a Bom Som vem através deste comunicado, informar que, por término da validade de contrato, já não será pivô da gestão de carreira dos artistas Landrick, Anna Joyce e Miguel Buíla”, destaca o documento.

A produtora, que garante ainda estar ciente de que os referidos artistas irão continuar a abrilhantar os corações dos apreciadores de boa música, desejou muito sucesso.

A Bom Som avança também que, a fim de dar oportunidade a outros talentos, vai realizar um casting para a identificação e selecção de novos artistas.

“Este ano vai marcar o início de uma nova era na Bom Som, que vai literalmente sair da sua zona de conforto e alargar o seu campo de actuação”, refere ainda o comunicado.

De relembrar que a Bom Som foi fundada em 2005 pelo reconhecido músico Anselmo Ralph.

Confira mais no comunicado abaixo:

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.