De acordo com um comunicado enviado ao SAPO, a realização do programa que acontece neste sábado  que será a última edição, o Ao Vivo é Kwanza, trará vários nomes e estilos musicais para a sua tarde do dia 12 de Setembro. Walter Ananaz, Selda, Legalize, Cilana Manjenje, Uami Ndongadas, Nerú Americano, Neide Sofia, Gari Sinedima e Tunjila Tuajokota, serão os nomes que irão representar bem a natureza eclética deste programa.

Um dos pilares e objectivos primordiais deste projecto, era o de promover a solidariedade através da angariação de fundos para ajudar instituições.

As doações são feitas através do serviço é-Kwanza, do Banco BAI. Vai poder fazê-lo discando *402# e seguir as instruções do serviço.

São onze, as instituições de solidariedade contempladas pelo projecto: Lar Santa Isabel, o MUSA (Mulheres Unidas e Solidárias de Angola (Musa), Orfanato Pequena Semente, Fundação Ana Carolina, Lar Frei George Zulianelo, Educação Solidária, Lar Consoladora dos Aflitos, Lar da Nazaré, Lar Kuzola, Lar Horizonte Azul e o Instituto Angolano de Combate ao Cancro.

O AO VIVO é-kwanza é uma realidade graças à sinergia entre o ZAP Viva e o BAI, duas marcas angolanas que se destacam pelo apoio à cultura nacional.

O BAI e a ZAP Viva associam-se uma vez mais para, através do entretenimento, darem alegria às pessoas, mediante conteúdos televisivos de elevada qualidade. A presente iniciativa reforça o compromisso dos dois emblemas com a valorização não só da música, mas da cultura em geral.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.