"Chasing Cars", dos Snow Patrol, é a canção mais tocada nas rádios britânicas do século XXI, segundo a Phonographic Performance Limited (PPL), que gere o licenciamento e direitos das músicas. O tema foi editado em 2006 e, de acordo com o The Guardian, chegou apenas ao sexto lugar do top do Reino Unido.

O single da banda de Gary Lightbody ficou à frente de "I Gotta Feeling", dos Black Eyed Peas, e "Happy", de Pharrell Williams, que conquistaram, respetivamente, o segundo e terceiro lugares.

"É uma canção emocionalmente aberta e é uma canção simples. Mas também é descaradamente uma canção de amor, e nós não temos outras. A forma como junta o público é o que mais gosto nela. É sempre um momento bonito a cada vez que a tocamos", frisou o vocalista da banda.

Recentemente, os Snow Patrol cancelaram uma série de concertos, incluindo a passagem pelo festival MEO Marés Vivas, em Vila Nova de Gaia. As atuações foram cancelados pelo grupo britânico devido a problemas de saúde de dois elementos, Johnny McDaid e Nathan Connolly.

Depois de sete anos sem canções novas, os Snow Patrol regressaram com um novo disco - "Wildness" chegou no final de março de 2018 e sucede a "Fallen Empires", de 2011. No intervalo, a banda que junta elementos da Irlanda e da Escócia esteve mais afastada dos holofotes da fama, tendo regressado aos palcos em 2018.

Em entrevista ao SAPO Mag, o vocalista Gary Lightbody falou sobre esta pausa, durante a qual lutou contra a depressão e contra o alcoolismo.

"Acho que é uma nova era dos Snow Patrol, de certa forma. Mas por outro lado, é apenas uma continuação do que iniciámos há 24 anos, no início da banda, em 1994. No próximo ano, vamos celebrar 25 anos desde que começámos a tocar. Acho que estamos a dar continuidade e, ao mesmo tempo, as coisas mudaram porque estivemos parados tanto tempo entre os álbuns - mudou para nós e para a forma como as pessoas consomem música; há toda uma nova geração de fãs de música", frisou o músico em conversa com o SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.