Se os vestidos e trajes negros inundaram o tapete vermelho na 75ª edição dos Globos de Ouro, na gala dos Grammys o branco esteve em destaque. Na noite deste domingo, 28 de janeiro, algumas das celebridades que marcaram presença na cerimónia, em Nova Iorque, usaram uma rosa branca em forma de solidariedade com o movimento Times' Up - fundo de defesa legal que procura ajudar mulheres com baixos salários a protegerem-se das consequências que podem surgir após a denúncia de abusos sexuais.

Lady Gaga foi uma das primeiras artistas a desfilar na passadeira vermelha com uma rosa branca ao peito. Sam Smith, Camila Cabello, Cyndi Lauper, Nick Jonas,  o apresentador da cerimónia James Corden, os The Chainsmokers, Ne-Yo, Khalid, Ryan Seacrest e o luso-canadiano João Carvalho também se juntaram ao movimento.

Já o rapper K. Flay usou um pin do movimento Times' Up.

A ideia do protesto simbólico partiu de Meg Harkins da editora Roc Nation e por Karen Rait da editora Interscope, Geffen e A&M e deve-se ao facto de o branco ter sido usado pelas sufragistas que defenderam o direito ao voto no início do século XX e que lutaram pela igualdade de género.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.