Na tarde desta quinta-feira, durante os ensaios para a aguardada noite, Heavy C fez algumas confissões reveladoras em entrevista ao SAPO. O artista, que já recebeu propostas para dividir palco com outros grandes nomes da música nacional, explicou a razão pela qual só agora, e sem hesitação, decidiu avançar.

“Sem desprimor ao Anselmo e ao C4, eu simplesmente vejo-me a fazer o ‘Duetos N’Avenida’ com alguém que eu sempre segui, e eu sempre segui o Gutto. Ele é uma figura fundamental na minha carreira, razão pela qual, foi a minha grande escolha quando me foi apresentada a proposta para trabalhar com outros artistas”, começou por dizer o cantor e produtor, o qual descreve este trabalho como uma “simbiose perfeita”.

Heavy C

Entretanto, os bilhetes para o espetáculo de abertura esgotaram-se em apenas três dias, o que não deixou Heavy C insensível:

“O show estará muito bonito e estou muito feliz pela forma como, em tempos de crise, o público aderiu aos bilhetes. Estamos a realizar um concerto com um tom acentuado de sensibilidade, vamos reviver épocas e cantar músicas que marcaram a história. Só para terem noção, há alguns temas que têm mais de 25 anos. O Gutto vai agarrar fortemente a parte do Hip hop e eu vou ficar com o que eles estão a chamar de ‘Semba B’, uma mistura de Semba e Rnb”, explica.

Dueto N'Avenida

Sobre Gutto, em específico, Heavy C reafirmou todo o carinho e o respeito que tem por ele.

“Ele é muito humano, objetivo, criativo, tem uma forma única de ver a vida. Gosto imenso da sua leveza. O Gutto é, de longe, uma pessoa de uma personalidade admirável”, rematou.

De relembrar que a quarta temporada de “Duetos N’Avenida” contará ainda com espetáculos das duplas Miguel Buila e Bambila (a 11 de Abril), do Grupo Kituxi e Yuri da Cunha (25 de Abril), Livongh e Ivan Alekxei (23 de Maio), e, por fim, de Don Caetano e Puto Português (27 de Junho).

Confira abaixo um pequeno vídeo que o SAPO captou dos ensaios:

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.