A interacção entre o público e os músicos nacionais e internacionais nesta da 4ª edição do Festival Sons do Atlântico fez deste show um show especial. Milhares de fãs estiveram na Baía de Luanda, na noite do passado sábado, para assistir às actuações dos artistas nacionais, mas também de convidados internacionais como Craig David e Gabriel O Pensador.

Os dois palcos da edição deste ano contaram com os angolanos Noite e Dia, Kyaku Kyadaff, C4 Pedro, o grupo O2, clube do Walter Ananás, mas também com atracções vindas do estrangeiro.

[caption][/caption]

Com mais de oito horas de espectáculo, o evento proporcionou boa música em estilos diversificados com o público a mostrar total sintonia com os temas e com as letras. Durante as actuações, os fãs puderam até pedir músicas que não faziam parte do repertório da noite, o que ajudou a tornar esta noite memorável.

Com um cartaz rico e variado, para atender a todos os gostos musicais, o show ficou marcado também pelos momentos de humor do grupo Os Tuneza. As anedotas sobre as vivências do ‘mwangole’ foram recebidas pela plateia com sonantes gargalhadas.

O momentos altos da noite foram protagonizados pelos artistas internacionais, que por actuarem menos vezes em palcos angolanos eram esperados com maior expectativa.

[caption][/caption]

Craig David, o cabeça de cartaz, apresentou-se em grande forma vocal e mostrou aos seus fãs que apesar de andar um pouco desaparecido dos palcos ultimamente, continua a 100%. O público fez um verdadeiro coro em temas como “Rise & Fall” ou “Walking away” e apesar de não se ter aventurado a falar português, conseguiu uma boa interacção com o público através da música.

Gabriel O Pensador sentiu-se em casa. Brindou o público com as suas letras numa língua que também é a nossa e os fãs renderam-se à sua música e boa disposição.

O sul-africano DJ Maphorisa fechou as actuações da noite e colocou a festa ao rubro com os hits do momento. Apesar do cansaço e do calor que se fez sentir durante o concerto, o público manteve-se fiel aos artistas até a hora do fecho das portas.

O Sons do Atlântico teve produção e organização da ShowBiz e pretende continuar a homenagear o Oceano Atlântico. Na edição deste ano o símbolo escolhido para representar o mar foi o búzio.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.