O acto eleitoral na UNAC-SA está marcado para o dia 17 deste mês, no auditório do Museu Nacional de História Natural, com as participações de duas listas lideradas por Belmiro Carlos, antigo secretário-geral da instituição, e Zeca Moreno.

Em conferência de imprensa, o presidente da Comissão Nacional Eleitoral (CNE), António de Oliveira “Delón”, salientou que, para além de Luanda, vai se realizar o pleito eleitoral nas províncias de Benguela, Malanje, Cabinda, Huambo.

Para o pleito eleitoral, a província de Luanda tem inscritos 500 eleitores, Huambo, com 101, Cabinda conta com 101, Malanje, 42 eleitores, e Benguela com 134 eleitores.

António de Oliveira “Delón” apelou aos intervenientes a pautarem por acções de civismo,  democráticas, não recorrendo a discursos musculados e agressivos, de forma a que às  eleições sejam um exemplo para as outras associações.

“Estão a concorrer duas listas, uma liderada por Belmiro Carlos e outra por Zeca Moreno. Os dois candidatos têm capacidade de levar a bom porto os destinos dos seus associados, por isso a Comissão Eleitoral Nacional apela o voto em massa dos eleitores”, disse.

Os candidatos, depois do fim da votação têm 24 horas para apresentarem as suas reclamações e os resultados serão divulgados no dia 21 de Agosto.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.