A revista Songlines, publicação internacional de música, revelou esta semana a lista dos 50 melhores discos de World Music dos últimos cinco anos com Mariza, a única artista portuguesa, a figurar neste TOP e por duas vezes, com o seu disco homónimo a ocupar aa sétima posição e o álbum "Mundo" no 46º lugar.

Em 2019, o disco homónimo da fadista foi também reconhecido como o melhor do ano para a mesma publicação britânica, com Simon Broughton, Songlines Editor in Chief a tecer diversos elogios à artista portuguesa.

"Ao contrário de tantos artistas, Mariza conseguiu traçar o difícil caminho de se manter fiel à sua tradição enquanto fazia parte de um mundo musical globalizado do século XXI. ‘Mariza já foi previamente distinguida com o prémio de melhor artista em 2016 no Songlines Music Award, mas como alguém cuja carreira é tão contemporânea com a da revista, queríamos saudar uma artista que fez tanto para elevar a música do seu país e, de forma notável, também enriquecer a vida de portugueses, e não só, em todo o mundo", frisou Simon Broughton.

Mariza encontra-se a terminar o seu novo disco, que será lançado ainda este ano. Segundo a Ruela Music, será "um trabalho inteiramente composto por repertório de Amália Rodrigues".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.