Sem público, só com plantas: assim foi o regresso da Ópera de Barcelona aos palcos. O primeiro concerto no Liceu Opera Barcelona depois do confinamento aconteceu esta segunda-feira, dia 22 de junho, e as imagens do espectáculo conquistaram as redes sociais.

Em palco, o quarteto de cordas do Lyceum Ópera Barcelona tocou para exatamente 2292 plantas, segundo o El País. "A música é boa para as plantas - provavelmente a música é boa para todos os seres vivos do planeta", frisa o jornal espanhol, acrescentando que o espetáculo do artista Eugenio Ampudia foi acompanhado virtualmente por centenas de pessoas.

À Reuters, os organizadores sublinharam que a intenção era refletir sobre o absurdo da condição humana na era do novo coronavírus, que tem impedido o público de assistir a espetáculos. "A natureza avançou para ocupar os espaços que ocupámos", disse o produtor-executivo, Eugenio Ampudio, no palco durante o ensaio.

O "Concerto para o Bioceno" contou com o quarteto de cordas Uceli, que interpretou "Chrysanthemum", do compositor italiano Giacomo Puccini.

Veja o concerto:

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.