Como se diz do outro lado do Atlântico, Pabllo Vittar chegou para "causar". A drag queen é uma das artistas com mais popularidade no Brasil e o seu sucesso já atravessou fronteiras - a cantora já conta com vários concertos na Europa e nos Estados Unidos e soma milhões de seguidores nas redes sociais.

Esta semana, a revista Time elegeu as 22 personalidades que são apontadas como  "líderes da próxima geração". Pabllo Vittar é uma das artistas em destaque, juntamente com Stormzy, Rosalía, Tessa Thompson, Greta Thunberg, entre outras figuras que se têm destacado no mundo.

A publicação dedica um texto à artista, intitulado "Como esta drag queen brasileira está a conquistar o mundo pop - e a lutar pelos diretos LGBT pelo caminho". No artigo, a Time lembra que, nos últimos anos, Pabllo Vittar, de 24 anos, se destacou ao conjugar o seu "lado pessoal ao cultura e político". "[A artista] usou a sua plataforma como estrela da música para exigir igualdade para as comunidade LGBT do Brasil e fora do Brasil", acrescenta a revista.

Em entrevista ao SAPO Mag, Pabllo Vittar confessou que tenta sempre ajudar os  seus fãs. Para a artista, os números não são importantes: o importante é passar uma mensagem de esperança. "Adoro interagir com os meus fãs nas redes sociais porque trabalho para os meus fãs. Mas são só números, sabes? A quantidade não importa. O importante é a qualidade. O que importa realmente é a representatividade que trago para o meu país, o Brasil, para as cidades do interior e para as pessoas que, como eu, sonham em construir uma carreira. Eu tenho muita esperança que as pessoas consigam alcançar os objetivos que têm", frisou.

"Recebo muitas mensagens de pais que me conheceram e que começaram a aceitar mais os filhos e vice-versa. Fico feliz porque nasci numa família que me apoiou e isso não é a realidade de muita gente aqui no Brasil. Quando recebo este tipo de mensagens de pessoas que começam a abrir a mentalidade... fico feliz. Lembrem-se sempre que não existe mal nenhum em serem diferentes e é tão bom isso. Viva a diversidade", sublinhou.

Relembre aqui a entrevista exclusiva de Pabllo Vittar ao SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.