O evento, que começou ao cair da noite fresca de sábado, começou com os Djs Black Spygo, DJ O'Mix e Malvado Júnior que animaram os presentes que iam chegando ao estádio, na zona baixa de Luanda.

Subiu ao palco a artista Jandira, que acompanhada pelo dj Malvado Júnior mostrou porque tem sido dada como uma das novas vozes do mercado nacional, mostrando uma performance, não se intimidando com a plateia exigente presente.

A rapper Elizabeth Ventura se evidenciou uma vez mais no seu jeito peculiar, dando sinais de um amadurecimento, “puxando” os seus admiradores a cantarem os seus hits mais conhecidos.

Abuchamo Munhoto, moçambicano, artista que tem procurado o seu espaço nos palops, em aproximadamente 20 minutos, foi uma das vozes mais aplaudidas da primeira parte do show.

O festival contou também com a participação dos moçambicanos Nuno Abdul, Weka, Mimae e Júlia Duarte, que não defraudaram a expectativa, estando numa sincronia com a exigente assistência presente, que queriam os seus artistas no palco.

Marcaram ainda presença no palco da LS Republicano os artistas Gabeladas, Weka, Walter & Nicol, Cef, Young Double, o veterano Calabeto que não defraudou as expectativas, mostrando que a idade são apenas números.

Os cantores Bambila, Heavy C, Ary, Puto Português, Rui Orlando, Pérola, Yola Araújo, Lil Saint, o Big Nelo e o grupo de humor Os Tuneza se evidenciaram em bom plano, num espectáculo que seguia o seu rumo para a recta final.

A dupla do momento Preto Show e Biura arrancou a maior ovação da noite, com os pedido dos fãs para os artistas continuarem no palco e cantarem mais algumas músicas.

Esteve ainda o Ku-durista Puto Prata, que com o “Tá a bater ou não” e “Waatão”, mostrou que a sua popularidade continua em alta, e é uma das maiores referência do estilo juvenil que marca a nova geração.

O show terminou com a exibição do auto proclamado estado-maior do ku-duro Nagrelha, que arrastou a “multidão a loucura”, no seu estilo característico, cantou e encantou levando ao delírio a plateia.

O espectáculo esteve inserido no âmbito da divulgação do mais recente disco do projecto Team do Sonho, que tem sido uma plataforma músico-cultural, que visa criar aproximação entre os povos, promovendo os artistas nacionais