O evento terá a duração 3 horas e contará com a participação de artistas africanos de topo como Lizha James, Nsoki, Nelson Freitas, 2Baba, Akothee, Banky W, Betty G, CIC, Cobhams Asuquo, Dakore Egbuson-Akande, Denola Grey, Diamond Platnumz, Eddie Jay, Jahprazah, Jeff Maximum,  entre outros. Durante o concerto os cantores vão passar mensagens de encorajamento e esperança para todos os africanos, bem como, apelar para que sejam feitas doações para apoiar os “heróis anónimos” que estão na linha da frente no combate à Covid-19.

De acordo com uma nota enviada ao SAPO, como parte dos esforços na luta contra a pandemia da COVID-19 em África, a MultiChoice estabeleceu uma parceria com a Fundação “One Africa Global” para a transmissão em directo e em exclusivo do concerto COVID-19 Hope For Africa, que tem como objectivo principal arrecadar donativos para apoiar os profissionais de saúde no continente.

Falando dessa parceria, o Director de Clientes da MultiChoice, Assad Kondakji, disse: “Na qualidade de maior contador de estórias de África, estamos comprometidos em ajudar as comunidades em que operamos. Contribuímos para desenvolvimento do continente africano porque continuamos a usar o poder do entretenimento para dar esperança, enriquecer vidas e unir as pessoas, especialmente durante estes tempos difíceis. É por isso que faz todo sentido unirmo-nos a uma das maiores ONG africanas e apoiar este movimento de solidariedade que vai beneficiar mais de 49 países na região”.

Por outro lado, o CEO da Fundação One Africa Global, Paul Okoye refere que: “Cada um de nós deve contribuir da melhor maneira possível para combater esta pandemia, mas juntos podemos fazer mais e melhor, e foi por isso, que organizámos este concerto de beneficência. Nós, na Fundação ‘One Africa Global’ estamos unidos e trabalhamos todos os dias para proteger, preservar e empoderar o nosso continente”.

De realçar que os fundos recolhidos durante o concerto serão utilizados para adquirir equipamento médico, kits de testagem da Covid-19, material de protecção individual e outros, que ajudem a minimizar a exposição dos profissionais de saúde ao vírus.

Confira mais no vídeo abaixo:

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.