A Empresa de eventos e espetáculos "Show Biz" organiza este ano a 3ª edição do festival Sons Do Atlântico que realizar-se-á na Baía de Luanda, a 7 de Março, às 18horas. O Banco Privado Atlântico muda o formato habitual do evento e preparou uma dinâmica com dois palcos para actuações intercaladas.

Na conferência de imprensa, Ricardo Lopes, um dos organizadores do evento confessa: "Será o maior espetáculo dos últimos tempos. Sentimos a necessidade de sublinhar o Oceano Atlântico no nosso espetáculo, eis o motivo da nossa mascote e cabeça de cartaz ser a sereia".

Farão parte do espetáculo artistas como Kassav, Paulo Flores, Matias Damásio, Puto Português, Ary , Yanick Afroman, Seu Jorge, Zona 5, Mart'nalia, Dj Djeff, Heavy K, Mpumi e o grupo Batoto Yetu.

Seu Jorge, Mar'tinalia, Kassav serão as atrações internacionais do espetáculo e  já "adoçaram" os fãs com mensagens de vídeo, divulgados pela organização.

São várias as surpresas preparadas, mas uma delas é a junção de estilos musicais dos Kassav, Ary e Puto Português. Questionada sobre o assunto, Ary afirma: ”Ensaiamos dois dias, por causa da agenda dos outros artistas. A organização do evento realçou ainda que: "Somos angolanos e sabemos a base dos outros, vamos com certeza fazer boa coisa no show e dar o nosso melhor. O feadback no palco será positivo".

O grupo Zona 5 também se fez presente e Fabious a representar revelou: "Vamos dar "falida" e levantar o pessoal e engrandecer o nome do país. Sem sombra de dúvida um show na baía é gratificante pra nós que somos todos de Luanda e vamos dar a nossa garra para que tudo corra bem".

Yanick Afroman, que fará um dueto com Mar'tinalia, disse que a desde a primeira edição do festival que sonha em participar. “E dessa vez fui escolhido, sinto a responsabilidade nas costas. Será com certeza um dia inesquecível, vamos beber da experiência deles e eles da nossa", afirmou o músico.

Visivelmente ansioso com o espetáculo Puto Português acrescenta: " Não vejo a hora de subir ao palco e dar o meu melhor, ver o intercâmbio entre duas culturas no palco sai ser divertido e claro é o nome de Angola que estaremos a representar".

A praça de eventos da Baí , por todas a suas características, tornou-se ideal para ocasiões com número elevado de público, tendo já acolhido segundo as autoridades policiais cerca de 80o mil pessoas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.