O Festival Zouk Angola acontece já este fim de semana, nos dias 15 e 16, na Baía de Luanda e traz artistas bem conhecidos do público como Matias Damásio, Yola Semedo, Calema, Tabanka Djaz, Yuri da Cunha, Pérola e a jovem cantora Yasmine que tem conquistado cada vez mais público.

A voz de sucessos como “Perfume”, “Nha Rei” e "Esquece o mundo" canta no domingo, 16, nessa que será a sua primeira actuação em Angola.

“É a primeira vez que vou estar em Angola. Sinto-me super entusiasmada porque vou partilhar o palco com imensos artistas ‘top’ que vão passar também pelo festival e de quem sou fã há já algum tempo”, conta em entrevista ao SAPO.

Yasmine não esconde que está também “um bocadinho nervosa” uma vez que “as expectativas estão altas”. “Mas estou pronta e temos aqui muita coisa boa preparada para o povo angolano que nos é muito especial. Espero que corra tudo bem, mesmo”, afirma segura.

A artista irá actuar com a sua banda e garante que haverá surpresas. “Vamos ter um artista convidado surpresa e uma banda fantástica. Os arranjos com a banda estão fantásticos portanto é só mesmo ir para conferir. Não posso desvendar muito mais”, sorri.

Quanto à sua actuação, diz que está muito entusiasmada para cantar todos os temas, claro, mas destaca “Perfume” e “Esquece o Mundo”. “Sei que o povo angolano gostou destes dois singles em particular”.

“Quando penso em Angola o que me vem logo à cabeça é ‘música boa’, muita música boa. Eu canto kizomba e grande parte dos artistas de kizomba são angolanos”.

Yasmine diz que se pudesse escolher um artista de Angola para fazer um dueto nomeava Pérola. “Gosto da Pérola!! Tem um charme, uma classe … não sei explicar. Mas gosto muito e tem esse lado da “woman power”. Acho que ia ser engraçado … nunca se sabe”.

Frisa que, nesta primeira vez em Angola, está focada no Festival Zouk e em fazer com que tudo corra bem mas que vai querer também “explorar a cidade, conhecer gente nova, fazer sinergias novas” e quem sabe surjam novas parcerias musicais.

“Posso dizer que sou abençoada”

Yasmine tem vindo, a cada lançamento de novos singles, conquistando mais público. “Posso dizer que sou abençoada. Se calhar há uma pitada de sorte mas sou muito abençoada. Em todos os singles que eu lanço há sempre um feedback positivo, em uns mais do que em outros, é normal … nunca conseguimos manter uma linha completamente reta. Mas fico muito feliz, as pessoas são sempre muito carinhosas, mandam mensagens, etc”.

Diz que lançar um álbum não é de todo uma prioridade na sua carreira. “É algo que podemos ponderar. Acho que quando lançar será mais para realização pessoal, mais para poder dizer ‘eu tenho um álbum’. Mas sim, estamos a trabalhar nesse sentido”.

Yasmine sublinha que tem trabalhado em novos temas e que tem “muitas coisas boas preparadas”. “Até o final do ano acredito que vão ver muitas novidades, tanto da minha parte como da parte de qualquer artista da E-Karga”.

Na música, um dos seus maiores objectivos, é “sem dúvida fazer um dia os Coliseus” (de Lisboa e do Porto) com a equipa.

“Quanto ao Festival Zouk espero que todos apareçam porque vai ser sem dúvida um festival incrível, não só por mim mas por todos os artistas que fazem parte do cartaz”, deixa o repto.