A cantora, acompanhada pela sua banda, abriu o reportório com uma faixa dedicada à sua mãe e depois seguiu-se um desfile de sucessos como “Hipérbole do amor”, Destino de Belita” e “Ingrato”, que tornaram o espectáculo mais vibrante e entusiasmante.

A meio do espectáculo fez-se uma pausa para que a cantora recebece uma homenagem e brindes de quadros pintados com o seu retrato, oferta do grupo Moviarte, composto por jovens artistas e admiradores do trabalho de Yola Semedo.

Visivelmente emocionada e banhada em lágrimas, Yola Semedo disse que o maior prémio que um artista pode receber é o carinho e admiração do público.

Terminada a pausa, o show prosseguiu numa cadência ainda mais animada, com Yola Semedo a puxar pela sua versatilidade musical ao fazer incursão por estilos e ritmos de outros pontos do mundo como Antilhas, Cabo-Verde, Estados Unidos da América (EUA), Inglaterra e Caraíbas.

Num ambiente de cor, luz, som e alegria, Yola Semedo justificou o facto de ser uma das cantoras mais apreciada e aplaudida da actualidade no país, ao realizar um show interactivo, no qual o público acompanhou nas canções e teve oportunidade de sugerir músicas que não constavam do reportório.

A artista, que contagiou a plateia com sua energia e simpatia, desafiou os presentes a continuarem a festa a dançar e integrar a sua equipa de coro em canções como “Magui”, “Maria não é maioria” e “Mar Azul”, um tributo ao município do Lobito, sua terra natal, tendo admitido que guarda boas recordações da sua infância vivida naquela região da província de Benguela.

Na sequência, temas como “Lá no Fundo”, “Não entendo”, “Volta amor”, “Você me abana”, "Ingrato" e "Tu és o meu amor", também foram exibidos no palco da Esplanada Grill, na Ilha de Luanda, espaço que esteve lotado de pessoas para assistirem o show.

Um dos mementos altos do evento aconteceu quando Yola Semedo foi à plateia cumprimentar a cantora Pérola, presente apenas para assistir o espectáculo, mas foi “obrigada” pelo público a subir ao palco para apresentar a faixa “Ninguém caminha só”, tendo sido ovacionada pelos fãs.

Nascida no meio de uma família de músicos, Yola Moutofa Coimbra Semedo iniciou a sua carreira musical em 1984, como vocalista do grupo Impactus 4 (formado com os seus irmãos).

Dona de um timbre de voz forte e marcante, Yola Semedo canta predominantemente zouk, kizomba e semba, além de baladas, coladeiras, R&B e outros estilos musicais.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.