"Anfibilândia" é uma das novas apostas do Disney Channel - a série de animação chega esta segunda-feira, dia 14 de setembro, às 18h45. Antes da estreia dos episódios em Portugal, o criador da produção, Matt Braly, conversou com o SAPO Mag, e prometeu uma história "que combina humor e aventura".

A série "Anfibilândia" acompanha aventuras cómicas de Anne Boonchuy, uma rapariga de 13 anos, que após roubar uma caixa de música misteriosa, é magicamente transportada para o incrível mundo de Amphibia, um pântano selvagem, repleto de pessoas-rãs falantes. "Com a ajuda de um jovem e entusiasmante rã macho chamado Sprig, Anne vai transformar-se numa heroína, ao mesmo tempo que descobre a primeira amizade verdadeira da sua vida", explica o canal em comunicado.

"Acho que quando vais escrever uma história, é importante partir de experiências próprias. Isso pode tornar a nossa história mais genuína", sublinha Matt Braly.  "A ideia para esta história veio de uma viagem que fiz a Banguecoque, quando era criança. A minha mãe é tailandesa, o meu pai é norte-americano", conta o criador da série, relembrando que todos os anos visitava a terra natal da mãe para conhecer e conviver com a sua família.

"Para um miúdo da Califórnia, era uma grande acontecimento. Era uma experiência muito diferente. Chegava lá e sentia-me um pouco deslocado (...) Por isso, queria fazer uma série sobre uma personagem que fosse largada num ambiente muito desconhecido", explicou ao SAPO Mag.

Anfibilândia

O criador da série conta ainda que a protagonista, Anne Boonchuy, foi inspirada na sua avó. "Esta personagem é profundamente inspirada pela minha avó. Tenho uma foto dela espantosa e que foi tirada nos anos 1920. A minha avó tinha um cabelo selvagem e uma expressão muito forte. E lembro-me de olhar para esse foto e pensar: 'uau, que grande personagem'", confessa.

"A história é sobre uma personagem e a mudança que enfrenta. Ao longo da narrativa, torna-se mais madura", explica Matt Braly.

Anfibilândia

Apesar de a primeira temporada chegar apenas esta segunda-feira, dia 14 de setembro, a Portugal, Matt Braly já está envolvido com o mundo de "Anfibilândia" há vários anos: "Foram necessários cerca de dois anos desde a ideia inicial até à luz verde para a série... E já estou a trabalhar há mais de três anos na produção. Por isso, no total, estou neste mundo há uns cinco anos".

E quais foram os maiores desafios? "Isso é uma pergunta fantástica. Este é a minha primeira série e aprendi quão difícil é fazer uma série pela primeira vez. Animação é sobre colaboração. Mas isso pode ser complicado porque estas personagens e o mundo desta série são como o meu bebé, percebes? Por isso, em última análise, um dos maiores desafios para mim foi aprender a delegar (...) Mas estou muito contente por tê-lo feito porque, sem ajuda, a minha série não seria tão boa", confessa o criador da série.

Em tempos de pandemia, e com as viagens mais condicionadas, "Anfibilândia" pode ser uma boa forma de explorar novos mundos. "Esta é uma série para fugir do mundo real porque entras num mundo completamente diferente", frisa.

"Várias coisas inspiraram-me. Há uma coisa que me entusiasma muito: as personagens chegam a uma cidade muito bonita chamada Utopia. É uma cidade com muitas memórias minhas e, na verdade, muito inspirada na arquitectura europeia, em Espanha, Portugal ou Itália. Isso faz com que a cidade seja muito familiar para os espectadores portugueses... e será muito divertido ver as personagens a explorar a cidade", remata.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.