As apostas foram certeiras: "A Guerra dos Tronos" foi a série mais premiada na  71ª cerimónia dos Emmy Awards, que decorreu na madrugada deste domingo para segunda-feira no Microsoft Theater, em Los Angeles. Apesar de a última temporada não ter agradado a todos os fãs, a produção da HBO conseguiu conquistar mais de duas mãos cheias de estatuetas, incluindo a de Melhor Série Dramática.

A série partiu na frente da corrida com um número recorde de nomeações - "A Guerra dos Tronos" estava nomeada em 32 categorias e o anterior recorde para a temporada de uma série com argumento era detido por "A Balada de Nova Iorque", que teve 27 nomeações em 1994.

A Guerra dos Tronos

Antes do arranque da cerimónia, a superprodução norte-americana já somava 10 Emmys, conquistados na noite dos Creative Arts Emmy, galardões dedicados às categorias técnicas e artísticas. Melhores Efeitos Visuais, Melhor Genérico, Melhor Montagem em Série de Drama (Episódio "The Long Night") e Melhor Elenco em Série de Drama foram alguns dos prémios conquistados pela série "A Guerra dos Tronos".

Já na cerimónia principal, "A Guerra dos Tronos" triunfou em apenas duas categorias, registando mais perdas do que vitórias. No total, a produção somou 12 Emmys, não conseguindo bater o seu próprio recorde.

Peter Dinklage, que vestiu a pele de Tyrion Lannister, levou para casa o Emmy de Melhor Ator Secundário numa Série Dramática - Alfie Allen ("A Guerra dos Tronos"), Jonathan Banks (“Better Call Saul”), Nikolaj Coster-Waldeau ("A Guerra dos Tronos"), Giancarlo Esposito (“Better Call Saul”), Michael Kelly (“House of Cards”) e Chris Sullivan (“This Is Us”) também estavam nomeados.

Já na categoria de Melhor Atriz Secundária numa Série Dramática, "A Guerra dos Tronos" não conseguiu triunfar - Gwendoline Christie, Lena Headey, Sophie Turner e Maisie Williams estavam nomeadas, mas foi Julia Garner (“Ozark”) a vencer o galardão.

Kit Harington também deixou escapar o Emmy de Melhor Ator numa Série Dramática. Billy Porter, de "Pose" foi o grande vencedor e conquistou o público ao agradecer o prémio. Já o Emmy de Melhor Atriz numa Série Dramática foi entregue a Jodie Comer (“Killing Eve”).

No ano passado, "A Guerra dos Tronos" venceu nove prémios - até 2018, a série de fantasia épica somou 47 estatuetas, um recorde absoluto nestes prémios, reforçando o estatuto de produção mais premiada de sempre.

"Fleabag", a surpresa da noite

Emmys

"Fleabag" também foi uma das séries mais galardoadas da noite, ao vencer em quatro categorias. A produção da Amazon Prime conquistou o Emmy de Melhor Série Cómica e ainda o de Melhor Realização numa Série Cómica e de Melhor Argumento numa Série Cómica.

A protagonista da história, Phoebe Waller-Bridge venceu ainda o galardão de Melhor Atriz numa Série Cómica, batendo  Christina Applegate (“Dead to Me”), Rachel Brosnahan (“The Marvelous Mrs. Maisel”), Julia Louis-Dreyfus (“Veep”), Natasha Lyonne (“Boneca Russa”) e Catherine O’Hara (“Schitt’s Creek”).

A equipa de "Chernobyl", da HBO, também teve motivos para sorrir na noite dos Emmys. A série que recria a "história do acidente nuclear em 1986, uma das piores catástrofes da história causadas ​​pelo homem" conquistou três galardões, entre eles o de Melhor Minissérie, batendo “Escape at Dannemora” (Showtime), “Fosse/Verdon” (FX), “Sharp Objects” (HBO) e “When They See Us” (Netflix).

No total, incluindo os prémios dos Creative Arts Emmys, a HBO foi a grande vencedora da edição de 2019, com 34 estatuetas. Já a Netflix conquistou 27, seguida da Amazon, com 15, da National Geographic (8) e da NBC (7). A CNN arrecadou cinco prémios, tal como FX Networks.

A abertura da cerimónia

Homer Simpson teve a missão de abrir a  71ª cerimónia dos Emmy Awards, que decorreu na madrugada deste domingo para segunda-feira no Microsoft Theater, em Los Angeles. Ao contrário das edições passadas, a gala não teve um apresentador - foram várias as caras conhecidas que entregaram as estatuetas ao longo da noite.

Emmys

No arranque da gala, a personagem da série de animação subiu a palco e acabou esmagada por um piano de cauda enquanto agradecia a oportunidade. De imediato, Anthony Anderson, de "black-ish", assumiu o comando da emissão e "empurrou" Bryan Cranston para o palco.

O ator começou por lembrar que foi há 50 anos que Neil Armstrong se tornou o primeiro Homem a pisar a Lua, frisando que a televisão se transformou nas últimas cinco décadas. "A televisão nunca esteve tão boa", defendeu.

Ao longo da noite, os prémios foram entregues por várias estrelas do pequeno ecrã. Michael Douglas, Viola Davis, Naomi Watts, Stephen Colbert, Seth Meyers, Angela Bassett, Terrence Howard, Billy Porter, Zendaya, Taraji P. Henson e Peter Krause foram algumas das estrelas que subiram a palco, juntamente com parte do elenco de "A Guerra dos Tronos".

Alfie Allen, Gwendoline Christie, Emilia Clarke, Peter Dinklage, Kit Harington, Lena Headey, Sophie Turner, Carice van Houten, Nikolaj Coster-Waldau, e Maisie Williams, todos atores da série da HBO nomeados para categorias interpretativas, completaram a lista.

A Academia de Televisão dos EUA tem mais de 25 mil membros, dos quais 23 mil são votantes nos Emmys. As nomeações, que partiram de 9100 candidaturas, consideraram todos os programas estreados entre 1 de junho de 2018 e 31 de maio de 2019.

LISTA DE VENCEDORES DAS PRINCIPAIS CATEGORIAS:

Melhor Série Dramática:

“Better Call Saul” (AMC)
“Bodyguard” (Netflix)
“A Guerra dos Tronos” (HBO) - VENCEDORA
“Killing Eve” (AMC/BBC America)
“Ozark” (Netflix)
“Pose” (FX)
“Succession” (HBO)
“This Is Us” (NBC)

Melhor Série Cómica:

“Barry” (HBO)
“Fleabag” (Amazon Prime) - VENCEDORA
“The Good Place” (NBC)
“The Marvelous Mrs. Maisel” (Amazon Prime)
“Boneca Russa” (Netflix)
“Schitt’s Creek” (Pop)
“Veep” (HBO)

Melhor Minissérie:

“Chernobyl” (HBO) - VENCEDOR
“Escape at Dannemora” (Showtime)
“Fosse/Verdon” (FX)
“Sharp Objects” (HBO)
“When They See Us” (Netflix)

Melhor Telefilme:

“Black Mirror: Bandersnatch” (Netflix) - VENCEDOR
“Brexit” (HBO)
“Deadwood: The Movie” (HBO)
“King Lear” (Amazon Prime)
“My Dinner with Herve” (HBO)

Melhor Atriz numa Série Dramática:

Emilia Clarke (“A Guerra dos Tronos”)
Jodie Comer (“Killing Eve”) - VENCEDORA
Viola Davis (“Como Defender um Assassino”)
Laura Linney (“Ozark”)
Mandy Moore (“This Is Us”)
Sandra Oh (“Killing Eve”)
Robin Wright (“House of Cards”)

Melhor Ator numa Série Dramática:

Jason Bateman (“Ozark”)
Sterling K. Brown (“This Is Us”)
Kit Harington (“A Guerra dos Tronos)
Bob Odenkirk (“Better Call Saul”)
Billy Porter (“Pose”) - VENCEDOR
Milo Ventimiglia (“This Is Us”)

Melhor Atriz numa Série Cómica:

Christina Applegate (“Dead to Me”)
Rachel Brosnahan (“The Marvelous Mrs. Maisel”)
Julia Louis-Dreyfus (“Veep”)
Natasha Lyonne (“Boneca Russa”)
Catherine O’Hara (“Schitt’s Creek”)
Phoebe Waller-Bridge (“Fleabag”) - VENCEDORA

Melhor Ator numa Série Cómica:

Anthony Anderson (“Black-ish”)
Don Cheadle (“Black Monday”)
Ted Danson (“The Good Place”)
Michael Douglas (“The Kominsky Method”)
Bill Hader (“Barry”) - VENCEDOR
Eugene Levy (“Schitt’s Creek”)

Melhor Ator numa Minissérie ou Telefilme:

Mahershala Ali (“True Detective”)
Benicio Del Toro (“Escape at Dannemora”)
Hugh Grant (“A Very English Scandal”)
Jared Harris (“Chernobyl”)
Jharrel Jerome (“When They See Us”) - VENCEDOR
Sam Rockwell (“Fosse/Verdon”)

Melhor Atriz numa Minissérie ou Telefilme:

Amy Adams (“Sharp Objects”)
Patricia Arquette (“Escape at Dannemora”) - VENCEDORA
Aunjanue Ellis (“When They See Us”)
Joey King (“The Act”)
Niecy Nash (“When They See Us”)

Melhor talk show de variedades:

The Daily Show with Trevor Noah (Comedy Central)
Full Frontal with Samantha Bee (TBS)
Jimmy Kimmel Live (ABC)
Last Week Tonight with John Oliver (HBO) - VENCEDOR
Late Late Show with James Corden (CBS)
Late Show with Stephen Colbert (CBS)

Melhor programa de competição:

“The Amazing Race” (CBS)
“American Ninja Warrior” (NBC)
“Nailed It” (Netflix)
“RuPaul’s Drag Race” (VH1) - VENCEDOR
“Top Chef” (Bravo)
“The Voice” (NBC)

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.