No início de agosto, o portal de notícias Huffington Post havia reportado que o apresentador do programa "The Specialists", Eric Bolling, tinha enviado a pelo menos três colegas de trabalho várias mensagens com fotos de seus genitais. Segundo a notícia, as mensagens tinham sido enviadas há vários anos.

A direção da Fox News suspendeu o apresentador horas depois da revelação e anunciou o início de uma investigação comandada por advogados externos à empresa.

Nas indagações foi feita "uma revisão confidencial das acusações", informou uma porta-voz do veículo, sem dar maiores detalhes sobre as conclusões.

Esta sexta-feira, a Fox News anunciou o despedimento saída de Bolling, na sequência de uma série de escândalos que atingiram a imagem da estação desde o ano passado.

Em julho de 2016, o fundador e diretor da Fox News, Roger Ailes, foi obrigado a deixar o cargo após ser acusado de assédio sexual, assim como fez o apresentador estrela da emissora, Bill O'Reilly, pelas mesmas razões.

Em julho passado, o diretor de programas do canal Fox Sports, filial do grupo 21st Century Fox, foi demitido, suspeito de comportamentos inadequados.