Paulo Rocha, que continua em grande no Brasil a gravar a novela da Globo «Fina Estampa», diz que o ritmo das gravações é tão intenso que ainda não fez quaisquer planos para a noite da Consoada ou para o réveillon.

«Vamos estar a gravar até muito perto do Natal, por isso é difícil fazer planos. Vou acabar por decidir tudo em cima da hora», revelou o ator, que já recebeu diversos convites para casa de amigos e colegas de trabalho.

Para Paulo Rocha, que tem confessado que a única coisa negativa de estar do outro lado do Atlântico são as saudades da família, muito especialmente do pai, esta será seguramente a época mais difícil de viver, longe dos seus.

Profissionalmente, Paulo Rocha está radiante. Sempre acreditou no sucesso de «Fina Estampa», mas confessa-se surpreendido com a projecção alcançada pela sua personagem, Guaracy. «O carinho do público é muito gratificante», sublinha.

Em comum com Guaracy, Paulo Rocha diz que há o facto de ambos fazerem tudo por amor, mas refuta a ideia de que se tornou um grande conquistador na vida real e de que beija várias mulheres numa só festa, como a imprensa brasileira tem noticiado. «Não sou isso tudo, nem um grande conquistador», comentou divertido.

A verdade é que, fruto da fama, Paulo Rocha se tornou num dos alvos mais apetecíveis para os paparazzi brasileiros, que o seguem por todo o lado.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.