Depois de alguma especulação sobre a sua sexualidade, Smithers admitiu ser gay no último episódio de "Os Simpsons", que foi par o ar no passado domingo, 3 de abril, nos Estados Unidos.

Em "The Burns Cage", durante uma festa organizada por Homer Simpson, Smithers declara-se a Mr. Burns, mas acaba por perceber que o seu amor pelo seu chefe nunca será correspondido.

Em entrevista ao jornal New York Post, Rod LaZebnik, guionista da série, revelou que escreveu o episódio para apoiar o filho Johnny, de 21 anos. "Sou um tipo de Midwestern, portanto não costumo mostrar muito os meus sentimentos. Mas pensei: que melhor forma de dizer ao meu filho que o amo do que escrever um desenho animado com essa mensagem?", contou o escritor, acrescentando que teve a ideia há três anos.

Os Simpsons Os Simpsons

Ao jornal, o filho do guionista da série confessou que tem uma relação de proximidade com o pai.  "A revelação de que o meu pai me ama não é assim tão determinante, felizmente. Ele é inacreditavelmente respeitador (...) Nós somos tão próximos quanto um pai heterossexual e um filho homossexual podem ser", revelou Johnny, acrescentando que, quando admitiu ser gay, os pais aceitaram com "naturalidade".

Ao The New York Post, Rod LaZebnik sublinhou ainda que a televisão tem um papel fundamental para fazer passar certas mensagens. "Por vezes pode ter um impacto real na maneira como as pessoas pensam, e eu espero que [o episódio] também tenha impacto na vida amorosa do meu filho - não que ele precise de ajuda", frisou.

Simpsons Simpsons

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.